A incrustação é um problema frequente em caldeiras, sendo gerado pela presença de impurezas na água, tais como: sulfatos, carbonatos (de cálcio e/ou de magnésio), silicatos complexos, ferro, sólidos em suspensão ou ainda pelo tratamento inadequado da água. Necessitando assim de esforços consideráveis para sua remoção (limpezas mecânicas ou químicas).

É possível pela coloração resultante, análise e o peso da incrustação saber qual foi a composição química causadora de sua origem. Material de coloração marrom claro pode indicar a presença de lama e sólidos suspensos, ou também produtos de corrosão (Fe2O3).

A incrustação presente no equipamento impede a transferência de calor do aço para a água, com isso, o aço absorve o calor sensível e sua temperatura se eleva proporcionalmente a quantidade de calor recebida. Em caldeiras agrava-se ainda mais, com o aumento da temperatura pode-se ocorrer consequências indesejadas:

  • O aço fica exposto em temperaturas maiores que os limites de resistência, ficando em condições de risco de explosão acentuado.
  • Uma camada incrustante pode soltar-se, fazendo a água entrar em contato direto com as paredes do tubo em alta temperatura, podendo provocar a expansão repentina da água e consequentemente, a explosão.
  • Formam-se áreas propicias a corrosão.

É de grande importância fazer a manutenção e tratamento químico dos equipamentos, garantindo assim o bom funcionamento e a segurança dos operadores. A Unniroyal Water & Process é uma empresa especializada no assunto, está no mercado a mais de 30 anos e conta com profissionais especializados para garantir a funcionalidade e garantia de qualidade.